Há alguns tempos atrás, eu achava simplesmente que filmes brasileiros eram ruins. Não por não conhecer filmes brasileiros e ser um ignorante ao dizer que filmes brasileiros são ruins, mas pelo contrário, por ter visto poucos filmes que dão direito há um pouco de meu tempo para um post no meu blog.
Depois de ter visto alguns dos mais famosos filmes brasileiros, ''Meu nome não é Johnny'', ''Central do Brasil'', etc. Comecei a ver filmes mais alternativos do cinema brasileiro. E estou muito surpreso, pois, vejo que o cinema brasileiro está mudando muito. Filmes cada vez mais elaborados e com mais ''feeling''.

Antes de falar sobre esse belo filme que assisti agora pouco no Cinesesc, vou fazer uma propaganda.

Esses dias, estive indo muito ao cine Sesc que fica ali na rua augusta. Está passando um festival com os melhores filmes de 2009 e além de passar os melhores filmes do ano passado, está com um incentivo gigantesco para você poder ir. Por apenas 2 reais, você pode ir lá e ver um filme e comer uma pipoca por 2,50. Cinema de qualidade e filmes bons por apenas 4,50 ? Tudo bem que hj em dia podemos muito bem, ir em alguma página da internet e fazer um download. Mas convenhamos, ver um filme numa tela gigantesca com qualidade superior é muito bom!

Bom, esse filme é concerteza um dos melhores filmes que eu já vi que são feitos e elaborados no Brasil, por Brasileiros. O filme se passa em São Paulo, interpretado por Cauã Reymond, um jornalista literalmente quebrado que não tem dinheiro pra pagar a luz de casa. Tudo na vida dele dá errado, no passado da história do cara, e no decorrer do filme. Ele se envolve com uma garota que tem problemas com drogas, que tem um filho. A história basicamente envolve uma narrativa contada por ele e por outros integrantes do filme, que na verdade narra a história de uma vida ''quebrada''. São ''Rolos'' e mais ''Rolos'', que fazem do filme, uma obra extramamente realistica. Sem mais palavras para esse filme, sugiro que realmente assistam esse filme. Além de uma história drámatica, no qual posso chamar de filosófica, há uma trilha sonora ótima, desde Hendrix para Mutantes.

Trailer


Concerteza a melhor parte do filme é no começo. Quando simplesmente o protagonista faz uma puta crítica realistica contra o sistema e contra o governo. Vale MUITO à pena ver. Aconselho mesmo!

Abraços à todos. Bom final de semana

1 comentários:

belíssimo filme.

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive