Adam um cara que sofre de Síndrome de Asperger ( a mesma Síndrome de Isaac Newton, Mozart, entre outros), que faz com que a pessoa tenha grandes problemas com comunicação, relações sociais etc, mas possuí uma inteligência acima da média, mora sozinho e tem uma vida pacata.Mesmo com dificuldades para socializar, Adam conhece uma garota, sua vizinha, que por sua vez, acontece de terem um relacionamento.

Posso lhes afirmar que é um filme lindo, extramamente emocional, dessa vez não se trata de filosofia, mas sim de sentimentalismo. Eu aconselho assistir para quem gosta de psicologia, ou com a namorada. Também existem cenas que eu são muito engraçadas...

Os atores são bons, pois conseguem transmitir muito bem a ideia do filme.
(se quiseres saber mais sobre a Síndrome de Asperger, aqui está: http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Asperger)

Talvez seja uma comédia romântica, onde atrás de uns bons risos com Adam falando bobeiras em horas erradas, há toda uma questão de puro romance.



Tem uma ótima trilha sonora também!
E para quem gosta de astronomia, irá adorar o filme!



Um dos melhores filmes que eu já vi. A história de 4 indivíduos que vivem cada um em um mundo parelelo. Com o elenco de Ryan Phillippe, Bernard Hill, Susannah York, Sam Riley, Eva Green (LINDA DEMAIS), Art Malik. A história é bem ''freak'' do começo ao final, mas tem todo um lado filosófico e moral. O filme trata de um indivíduo, que tem aspecto de justiceiro mascarado, no qual vive em um mundo ao qual todos são adeptos a diversas religiões, bem com aspecto ''Steampunk'', mas que na verdade,o mundo ao qual ele vive é fruto da mente dele.
Enquanto isso a Lindona da Eva Green, uma artista que faz projetos e mais projetos, depressiva e bem ''freak'' vive sua vida em Londres longe do mundo ''Steampunk''
Em uma outra história está Sam Riley, separado da mulher em um fase ruim da vida, onde, começa a ver sua querida amiga Sally que na verdade...
E na outra história, mostra David, o pai do principal da história ( o Justiceiro mascarado que vive no mundo Steampunk).

Fantástico. Quando Aluguei imaginei que fosse um filme qualquer que não faz o maior sentido e não tem nenhuma moral, mas no final do filme, vemos o quanto cada coisa pode mudar nas nossas vidas, e como é interessante a ''teoria do caos'', ou por uma outra visão, talvez estejamos vivendo um sonho, não ? ou, quem sabe, o filme demonstra coisas sobre o destino?

And, one more thing! For the next posts, I'm gonna post in english and portuguese, because there's a lot of people from others places that doesn't undertand Portuguese.

Trailer



Não vou falar nada desse post. Não vou explicar. Não vou filosofar. PENSEM VOCÊS


Concerteza uma das melhores obras para violino de Beethoven. Sou fã de Beethoven, adoro essa música e concerteza pretendo tocar ela.


Essa música é concerteza uma das melhores músicas pra relaxar e filosofar...

Sim a violinista ''coroa'' que toca muito. Sim ela é bem feia (diferente da Julia Fischer), mas o talento dela é surpreendente. Sem muitas mais palavras, vejam o video:



Filme e Livro The Road, ou a estrada pra quem não souber inglês. Apesar de fazer propaganda do livro, eu nunca o li, apenas vi o filme.

The Road (2006) (A Estrada em português) é um livro do escritor estadunidense Cormac McCarthy. É um conto de ficção pós-apocalíptica que descreve a jornada empreendida por um pai e seu jovem filho ao longo de um período de vários meses através de uma paisagem devastada anos antes por um cataclismo sem nome o qual destruiu a civilização e boa parte da vida sobre a Terra. O romance foi premiado com o Pulitzer Prize for Fiction e o James Tait Black Memorial Prize de 2006 na categoria Ficção, e foi escolhido para a seleção do Oprah's Book Club.

Na minha sincera opinião, é um filme ''cult'', trata de um ficção um pouco dramática, que leva a pensar o que o ser humano é capaz de fazer a troca da sobrevivência, além de questões éticas ao decorrer do filme/livro. Não é um filme que eu gostei muito, mas achei que deveria ser postado.

O trailer original não dá pra colocar para vocês, pois foi bloqueado no youtube.
http://www.youtube.com/watch?v=hbLgszfXTAY
mas ai vai a versão que dá pra ver:



Banda escocesa de Glasgow. Tocam um rock alternativo, algumas músicas parecidas com the smiths. Vale à pena dar uma checada.
é um banda que já é bem conhecida no exterior, portanto não posso deixar de falar que é meio ''pop'', mas o som não deixa a desejar.



Clipe mais novo:




Instrumento barroco, de arco, com um som cheio de acordes, bem gostoso de se ouvir, ainda mais tocado pela Rachel Barton
Eu adoro música barroca, então aí vai
Vivaldi on viola d'amore :



Outra interpretação dela:

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive