A Fonte da vida (The fountain, 2006) foi dirigido pelo diretor Darren Aronofsky e escrita por Ari Handel.O Projeto do filme levou 5 anos pra ser produzido e contava com Brad Pitt e Cate Blanchett, porém, Brad Pitt abandonou o papel por diferenças criativas com o diretor, assim como Cate também saiu.

O filme que de inicio pode parecer complexo, mas o tema do filme é um conceito complexo e simples ao mesmo tempo, mas com uma bela moral. Uma história confusa, que prefiro não colocar a sinopse, pois acabaria com a temática do filme.

Belas imagens, fotografia, trilha sonora e ainda um roteiro muito bom.

Sabemos que vamos morrer um dia. Pois é, esse é o tema do filme, assim como o inverso, a vida. Vida e morte, temas filosóficos elaborados por Darren de maneira simbólica, atraente e artística.

Na minha opinião, acredito que esse seja um filme que merece destaque, pois não é um filme qualquer. Exprime filosofia de inicio ao fim, questões filosoficas são abordadas desde do começo do filme, além de outras questões da femonologia, psicologia, entre outras ciências. Não só a questão do conteúdo, mas como a forma artística do filme. Além do mais, são basicamente três histórias interligadas e conectadas que dão ao expectador diferentes visões do filme. É esse tipo de filme que me faz amar tanto cinema.


"What if you could live forever ?"

"Morte é uma doença." (?)

Puggy nos trás um som um pouco diferente, transitando entre o Rock e o Alternativo, Indie e o Pop.
Puggy é uma banda francesa e que por curiosidade, tem o nome da raça de cachorro Puggy... haha
Com alguns riffs de guitarra básico, um toque eletrônico, apresento o clipe When You Know


Sem comentários. Muito bom

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive