Primeiro, como principio, o que seria "Apologia"? qual é o significado da palavra "Apologia"? No dicionário comum, entende-se apologia como algo referente à louvor, ou defesa de algo. Temos como exemplo, apologia à Sócrates de Platão, do qual, Platão faz uma forte propaganda à Sócrates. Utilizarei aqui, o termo Apologia a definição à propaganda, louvor ao misticismo grego, Thanatos.


Thanatos, ou Tânato, refere-se a entidade mística da mitologia grega do qual é a personificação da morte. Conhecido por ter as entranhas de bronze e o coração de ferro, eis uma entidade da mitologia grega que volta aos tempos de hoje em dia, como algo adorado, sendo que reflete o mal-estar da civilização do qual vivemos.

Em alguns livros de Freud como "Mal-estar da civilização", ele aborda algumas definições à respeito das chamadas "pulsões" humanas. Uma delas é o Eros, a pulsão à grosso modo, pela vida, em contrapartida, Tânatos que seria a pulsão à grosso modo pela morte.

A questão que me "espanta" é a questão da pulsão da morte, o Tanatos de hoje em dia. Claro que falo de maneira filosófica e não psicanalítica, isso é, isolo a questão psicológica e coloco a definição no ponto de vista amplo.(Até por que, o Tanatos e Eros "trabalham juntos"). Da onde vem a origem da destruição à própria vida? seria a própria vida? ou o meio do qual vivemos ? a sociedade que corrompe o ser humano como diria Rousseau ? o Capitalismo que nos aliena e nos torna "ente-mercadoria'? Minha apologia vem de maneira existencialista e crítica ao próprio tema:" Apologia à Thanatos".

Eis a ironia:


E ainda há a relação dialética entre amor e Thanatos na própria música.




About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive