Lá vamos nós com um filme arrasador da vida de Ian Curtis. O legado de um dos inovadores no mundo do Rock, posso até dizer que existe o rock antes do legado de Joy Division e o Rock pós Joy Division, além de ser uma banda que na época foi totalmente o inverso do momento, abriu fronteiras no mundo da música com New Wave, pós-punk e Indie.

O filme conta brevemente a vida do depressivo Ian Curtis. Do começo do filme até o final é em preto e branco, isso passa para quem assiste uma sensação de como a vida do cara foi depressiva. Ian é interpretado por Sam Riley que é muito bom por sinal.
O filme foi apoiado pela familia e além disso foi inspirado pelo livro da sua viuva. Então possivelmente, o filme é bem real com que realmente aconteceu com a vida dele.

É impressionante as frases do cara, desde o começo do filme, o cara escreve e fala frases que surpreendem e que se analisarmos não são racionais como uma mera filosofia e sim pura arte sentimentalista que faz sentido.



O Trailer do filme:


''Your confusion, My illusion, Worn like a mask of self-hate, Confronts and then dies.''




MAS Já VOU AVISANDO, ouvir Joy Division, ver o filme dele, pode te deixar BEM depressivo.

Só pra lembrar que depois do Joy Division, com a morte do Ian Curtis com apenas 23(suicidio), o resto da banda fez o New Order:

e a que eu mais gosto deles:


Bom,é uma das bandas que eu mais gosto. (ainda sim prefiro The cure, Modest Mouse, Flogging Molly) mas Joy Division é simplesmente FODA.

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive