Às vezes, quando sinto um vento bater, vou em direção à janela, não importa o que fazia, o vento fresco da noite me leva até ela. Vou do jeito que estou.

Me sento nela, acendo um cigarro e observo os prédios a minha volta em quanto o cheiro da fumaça me desconforta. Observo cada mínimo movimento, cada luz que se acende ou se apaga.
Vejo por dentre as plantas de uma sacada, uma televisão ligada, consigo até enchergar uma família sentada num grande sofá branco e uma única almofada laranja colorindo o ambiente. - mais um trago.

Vejo o prédio da frente ser ocupado, pouco à pouco. O vento balança suavemente os coqueiros de uma cobertura. Apaga, acende luz e todos dormem. Me sinto sozinha e inquieta, imaginando cada vida ali naqueles prédios todos... Pensando em pessoas como eu que talvez nunca tenha a oportunidade de conhecer.

Giovanna Rouvier

1 comentários:

Pequenos pensamentos fazem grandes histórias

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive