'' Considero saudável estar só na maior parte do tempo. Estar acompanhado, mesmo
pelos melhores, cedo se torna enfadonho e dispersivo. Adoro estar só. Nunca
encontrei um companheiro tão sociável como a solidão. Estamos geralmente mais
sós quando viajamos com outros homens do que quando permanecemos nos nossos
aposentos. Um homem quando pensa ou trabalha está sempre só, deixai-o pois estar
onde ele deseja. A solidão não é medida pelas milhas de espaço que separam um
homem e os seus congéneres. ( Thoreau )

Cheguei em Porto Alegre por volta das 19:30 , meu coração naquele momento de desespero estava batendo como um metrônomo, na velocidade mais elevada, naquele momento, não pude tirar da minha enorme mochila o diário e escrever, pois, precisava ser rápido, precisava de algum lugar pra durmir, a liberdade gradualmente eleva o medo de estar longe de tudo que possa assegurar-me.
Antes de descer do ônibus fiquei assustado ao ver a cidade de Porto Alegre, ela é muito maior do que eu imaginava, muito mais bonita e o clima é frio, um pouco úmido. No caminho, pastos e mais pastos, acredito que seja os chamados ''pampas'', alguns animais, muitas aves no céu e o que mais me deixou motivado era o fato de ter várias casinhas no meio do nada, mas diferentes daquelas de São Paulo, muito mais elegantes, me deu uma ideia bucólica de vida.
Retornando ao interesse, quando cheguei na rodoviária meu coração batia muito mais forte que o normal, era como se eu fosse fazer uma prova, minhas mãos trêmulas, e o suor descendo sobre minha cabeça. Assim que desci, a primeira coisa que me veio à cabeça era um lugar pra durmir, depois eu pensaria no resto, mas como meus atos agiram antes dos meus pensamentos, resolvi perguntar ao motorista sobre possíveis lugares onde poderia acampar ou fazer o famoso ''trekking'', o motorista disse que não sabia, mas me falou pra eu ir pra alguma agência de viajem, onde provavelmente eles iriam saber. Não tive outra escolha a não ser fazer o que o motorista recomendou-me, então procurei uma agência na própria estação, pura burrice, além de não encontrar nada, perdi cerca de 15 minutos, o tempo era preciso, eu não queria durmir na cidade, burrice, burrice, por que eu não fiz isso antes na internet no lazer do doce lar ?
Perguntei aos taxistas aonde era um lugar adequado para acampar na cidade, alguns deram risada da minha cara, mas apenas um dos 3 em que eu perguntei me explicou que se eu quissese algo mais ''natureza'', eu deveria pegar um ônibus ou pra Caxias do Sul, ou para alguma cidade menor, ou pra gramado. Confesso que na hora, fiquei indeciso entre as 3 regioês, mas resolvi ir pra gramado.
A próxima passagem pra gramado era as 21:00, então aproveitei pra comprar mais água e algumas barras de cereais, sabia que era preciso, e perguntei pra uma garota que estava esperando também pra ir pra gramado, como era a região e que lugares eu deveria acampar, onde era seguro e onde não era seguro. (Eu sou um idiota, não perguntei pra ela o nome dela, ela era relativamente bonita)
Se a paisagem da estrada para Porto Alegre, a pra ir pra gramado, era cerca de 100 vezes mais linda, paisagem muito bela, muitas e muitas Araucarias, pude ver alguns esquilos no caminho e claro, muita e muita vaca!
Cheguei por volta das 11 e meia em gramado, estava mais tranquilo, lá é uma cidade, o qual tinha certeza que tinha algum lugar mais afastado onde poderia acampar, nem que fosse um dia. A garota que estava no ônibus comigo, infelizmente não sentou ao meu lado, mas pude ao sair do ônibus, fui agradecer ela, ela com seu sotaque muito bonito, me disse para ir pra região da canela, eu apenas anotei no meu diário a palavra canela, disse adeus e fui perguntar como eu chegaria na região da canela. Decepção novamente, a região da canela é um lugar muito bonito, porém, é preciso pagar! UM ABSURDO!
eu só tinha 200 reais, estava com muito medo aquele momento, que tive que sentar por um período de 15 minutos e pensar no que fazer. A garota voltou e perguntou se eu queria carona até a região, fiquei tão feliz e surpreso, que meu sorriso não saiu por acaso e assim...

( Parte rasgada, acredito que apenas escrevo sobre o que falamos no percurso em que ela me levou ao lugar )

Ela me deixou em um lugar super legal, ela só me falou : ''Siga a trilha guri, Deus esteja contigo, qualquer coisa me ligue'', me passou seu celular e foi embora.
Eu agredeço a ajuda dela, se não fosse ela eu teria voltado pra São Paulo.
Mas que sensação deliciosa é estar na natureza!
São 7 da noite, não sei nem que dia é, mas é o segundo dia, agora vou contar sobre a trilha e sobre o meu segundo dia na estada da região de canela.

Não sei o por que do nome Canela, mas é um lugar bonito, muito mato, muito mas muito mais parecido com europa do que com o Brasil e meu Deus que paisagem. esse lugar no decorrer dos dias será o lugar de meus pensamentos mais enfatizados!

Bom galera, essa foi a segunda parte eu vou colocar em alguns dias o segundo dia inteiro que são apenas reflexões e o terceiro que é pequeno.

O lugar é este:

no inverno:

About this blog

Blog formado por estudantes abordando temas culturais como cinema, filosofia, música, tecnologia, arte, etc.

Labels

Que tipo de posts mais te interessa ?

Que tipo de filme você mais gosta ?

Search

Blog archive

Google+ Badge

Popular Posts

Ocorreu um erro neste gadget

Blog Archive